27 de abril de 2012

Base Gay do Nazismo


No século XXI temos a atuação de muitos grupos neo-nazistas atacando e matando homossexuais, numa fúria animal, é mesmo assim a mídia faz uma grande sensacionalismo, onde eles tem cravado no suposto ódio dos nazistas alemães (apenas para fortalecer as fileiras dos neonazistas como moralistas), porém tanto á mídia, quanto os próprio neo-nazistas, esquecem da verdadeira historia, principalmente do co-fundador das Sturmabteilung (SA), Ernst Röhm, veterano da 1º guerra mundial, amigo de Hitler ,um dos braços que levantaram o nazismo, e também um homossexual.



Ernst Rohm, sobreviveu a 1º guerra mundial, e em um bar de Munique conheceu Hitler, que realizava um discurso inflamado, (que alguns historiadores) onde Ernst induziu-o a entrar na política, e depois foi um grande apoio do golpe fracassado de estado Putsch da Cervejaria, onde conspiraram contra o governo da Bavária, porém o exercito interviu e Hitler foi para a "prisão" (teve todas as regalias e todo o tempo do mundo para fazer o discurso de defesa, é lá escreveu seu livro Mein Kampf e recebendo muitas cartas), a partir disso Enst organiza a SA (teve 3milhões de filiados), tendo a maioria dos lideres homossexuais, e também a SS do Heinrich Himmler era subordinada a SA, quando a organização baderneira da SA começou a ganhar muito espaço, Hitler ficou com medo de perder o poder, e o Himmler teve a chance para melhorar a sua situação, conspiraram contra Ernst e a sua liderança "gayzista", deflagrando a operação Noite das Facas Longas, onde Hitler e a SS foram pessoalmente prender, Ernst e o lideres da SA, que estavam de ferias e "curtindo" muito o hotel, teve um episodio que Hitler foi da voz de prisão a Edmund Heines, viu ele com um moço da SA na cama...
Logo a pois á prisão , Ernst foi assassinado, junto com mais de 200 pessoas, é a SA ficou subordinada a SS.
Ainda teve muito sangue derramado, com o holocausto Gay, que vitimaram milhares de gay e lesbicas (creio que eles não fazia parte do partido nazista, se não teriam sido salvos) na Alemanha depois desse episodio com Ernst.



Existia na Alemanha um Instituto de Pesquisa Sexual, onde o líder da SA, Ernst destruiu o edifício e retirando todos os livros e documentos do Instituto. Quatro dias depois, os Stürmabteilung do gay Ernst Röhm organizaram uma enorme fogueira onde todos os livros e documentos do Instituto foram queimados.
Nesse Instituto tinha todas as informações de pessoas com outra orientação sexual, eles tinha tanto ódio, então queimaram todos os arquivos dos gay, para assim não deixar que eles fossem identificados...




Perguntas que não consigo responder;
  1. Será que o Nazismo não sabia que tinha uma base solida e gay?
  2. Será que Hitler não sabia que Ernst era Gay assumido?
  3. Será que não tinha muitos outros gay de alto escalão no nazismo? 
  4. Será o holocausto Gay, foi uma forma dos nazistas ficarem com a fama de moralistas do sexo?
  5. Será que hoje os neonazistas sabem ler e conhecem a historia real da sua ideologia? 
  6. Será que a maioria dos neonazistas não são enrustidos?
  7. Será que o ódio neonazista contra o gay, é uma forma que encontra para reprender a sua real sexualidade?





    Vamos acordar para a vida, o ser humano tem que ser livre, não importa a sua classe, partido, sexo ou religião.
    Nada tem o direito de oprimir outra pessoa, tanto fisicamente como psicologicamente!



    Estudo aponta que homofóbicos são homossexuais enrustidos

    Fonte - (PauloLopes 12/04/2012).


    Um estudo feito por pesquisadores das universidades de Rochester e Califórnia (EUA) e de Essex (Inglaterra) mostrou que o motivo de uma pessoa ser homofóbica está no fato dela ter desejos homossexuais sem poder assumi-los por causa principalmente da repressão familiar.

    Pelo estudo que acaba de ser publicado no Journal of Personality and Social Psychology, quem desenvolve repulsa por homossexuais procura ter, dessa forma, uma garantia de que nunca será um deles, ainda que tenha uma vida perturbada por sentimentos conflituosos.

    Para identificar a orientação sexual implícita de cada um dos 160 integrantes de um grupo de universitários, os pesquisadores lhe deram a incumbência de classificar palavras e imagens relacionadas a gays ou a heterossexuais. Em seguida, os universitários tiveram de apontar fotos de pessoas de gêneros diferentes.
    O teste apontou que os estudantes que apresentaram a maior discrepância entre a sua orientação sexual implícita e explícita eram os que tinham preconceito contra os homossexuais.

    Em entrevistas posteriores ao teste, os pesquisadores constataram que esses estudantes pertenciam à família com forte dominação de um pai homofóbico.

    Os estudantes que aceitavam a sua sexualidade sem conflitos demonstraram não ter preconceito contra os homossexuais.

    Outro estudo já tinha chegado a conclusões semelhantes. Pesquisadores da Universidade da Georgia (EUA) exibiram a dois grupos (um deles de homofóbicos) de homens heterossexuais vídeos pornográficos com atividades entre adultos heterossexuais, homossexuais masculinos e femininos. Verificou-se que os homofóbicos tiveram ereção durante as cenas entre homossexuais masculinos.


    Bibliografia;
    http://espectivas.wordpress.com/2010/12/26/o-primeiro-pogrom-do-nazismo-gay/
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Institut_f%C3%BCr_Sexualwissenschaft
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Ernst_R%C3%B6hm
    http://www.ggb.org.br/nazismo_artigo.html
    http://www.paulopes.com.br/2012/04/estudo-aponta-que-homofobicos-sao.html
     

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário